6 de jan de 2008

TRaz-me o cheiro do mar...
e vêm sentar-te à minha beira.
Já agora... enrosca-te na minha pele.
Até que nasça uma flor de sal.

Nenhum comentário: